castel1.jpeg

Castelo de Ribeirão Pires

Buscando ligações ainda mais profundas com suas inspirações medievais, em Agosto de 2020 a Cavalaria de Honra da AUNIPI adota o castelo de Robson Miguel como sua a sede oficial. O castelo da Cavalaria de Honra ( Robson Miguel ) está situado na cidade de Ribeirão Pires Recanto Irani, 4° Divisão Rua do Castelo, 310. Cordenadas S23° - 54.077/E 46° - 27.883 Na encosta de uma grande rocha existente na mata atlântica e bem nas primeiras nascentes do Rio Ribeirão Pires que corre por dentro do Castelo que dá origem ao nome da cidade, com 2.056 metros quadrados de área construída. Idealizado e construído pelo Mestre Robson Miguel, o castelo foi inaugurado ás 12:10 hs do dia 28 de agosto de 1999, exatamente no minuto em que o Mestre Robson Miguel nasceu, e em 2014 completou 15 anos de preservação e promoção da historia, sendo o único no mundo especialmente criado em homenagem ao violão. Como um dos locais mais visitados da Estância Turística de Ribeirão Pires, o castelo recebe personalidades, artistas, amigos e fãs das mais diversas partes do mundo, e foi vencedor do concurso na TV Record em 2008 no Programa da Eliana, como "a mais bela e exótica residência-palácio do Brasil”, estando aberto para visitação onde se leva 2 horas e 30 minutos para conhecer toda a atração que ele proporciona . Essa visitação é com agendamento antecipado. Ele que nos remete às histórias vivenciadas dos reis da Europa, dos índios, dos negros, onde é possível se ver peças de tortura, prisões, calabouços, pelourinho, forca, roda de estiramento, labirintos, passagens secretas, túneis, e o misterioso Buraco Negro com 106 metros de extensão e total escuridão a 17 metros a baixo da terra. O Castelo ainda possui 77 olhos ocultos . O ENIGMA DA LUZ - É tradição os castelos do mundo possuírem seus enigmas e segredos. observando o movimento e a passagem do sol do local, Robson Miguel, de forma muito trabalhosa e paciente, esperou o dia e à hora de seu nascimento (dia 28 de agosto de 1999 ao 12:10 hs) para no cume do teto do Salão Nobre construir um orifício em forma de violão, que somente uma vez por ano a luz do sol se projeta por ele sobre o seu ataúde, que também leva a forma de um violão.